domingo, 15 de março de 2009

[ . ]






Ás vezes não pensar é uma questão de sobrevivência.
Tento não pensar. Mas dói-me tanto o silêncio.
E este vazio que é tão pesado e tão cheio de imagens às quais já não sei dar sentido.

Perdi-me no caminho e já não sei se me lembro das minhas promessas.
Vou lá fora procurar qualquer coisa que não seja esta ausência de ti, mas é de noite. E todas as noites eram nossas.
Fujo para dentro de mim. Mas é precisamente lá onde mais estás.

Não tenho conseguido descodificar os dias. Movo-me por instinto e fico à espera que as horas acabem por se cansar mais do que eu e decidam deixar de existir.
Sento-me sozinha em espaços que ainda têm pedaços de nós e dou por mim a pedir que me deixem chorar. Só mais um bocadinho... Para ver se acordo ou se passa a culpa por não ter sabido desenhar um sorriso feliz no teu rosto todos os dias.

São 22h43m. Há muito que a escuridão se instalou. Ouço ao longe o barulho do mundo, da vida a acontecer. Lá fora, onde as estrelas estão demasiado altas.
Os meus olhos ardem.

Sinto-Me tão longe de mim.

[ . ]


25 comentários:

Phantom disse...

Que texto forte. Dá para sentir a tristeza do lado de cá.

Espero que te reencontres muito brevemente.

JustMe disse...

Que nunca te falte luz no teu caminho...

Abraço-te
JustMe

Delson disse...

A transparência e a densidade do texto dispensam comentários.
Fica bem, querida.
Beinhos!

Muse disse...

Adorava conseguir expressar-me como tu consegues...

nunca te esqueças que és fantástica!

Um beijinho mto grande...

nuvem disse...

Eu também tenho tido certa dificuldade em descodificar os dias... Refugio-me sempre nas noites. Essas, entendo-as na perfeição.

Gostei muito do teu texto... Como sempre.

Beijinhos

RAM disse...

A dimensão por vezes claustrofóbica dos lugares interiores, armários sem fundo, sem ponto final, onde armazenamos o lastro dos múltiplos (des)encontros proporcionados pela vida.

PS - Um dia ainda me hás-de dizer onde vais buscar essas fotos lindíssimas.

Beijo

TenshiCris disse...

Logo logo vais te encontrar e percber tudo k te rodeia =)

Beijinhos

Brain disse...

"Para ver se acordo ou se passa a culpa por não ter sabido desenhar um sorriso feliz no teu rosto todos os dias"

Não...

Há uma frase que diz:
"Quem não me acompanha, é porque não me merece!"

Mantém-te nesta linha. Estarás mais "certa".

Beijo

PS: Excelente escrito.

Vanda disse...

Uma palavra de força e cumplicidade de alguém q nao conheces mas te "visita" há muito tempo e... está passar pelo mesmo...
doi e a culpa corroi... mas...

"O tempo é o melhor autor: sempre encontra um final
perfeito. (Charles Chaplin)"

Força

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Leogirl disse...

O silêncio doi, realmente, muito, sobretudo, quando o passado (recente ou não) foi inundado de sons alegres e preenchido por alguém que continua a viver dentro de nós, mas que, presencialmente, não faz mais parte do nosso dia-a-dia... Sei o que sentes... bjs

Sonia Pallone disse...

Gostei desse teu jeito passional de dizer o amor ...com a poesia jorrando do teu coração, fluindo e deitando-se nas telas...

pp disse...

...e tão perto :)))

blueberry disse...

Pensei nao encontrar ninguem tao triste como eu me senti hoje...

Bom texto

Lost disse...

Todo essa tristeza sentida de uma forma tão consciênte e lúcida. Caí num precipício e ainda dou por mim a gritar sem saber quando vou embater no solo. §

Sara Sztander disse...

Sinto-me mesmo assim, bom texto.
Um bom fim-de-semana.

Daniel Aladiah disse...

Querida Cláudia
Também dentro de ti está a liberdade, a autonomia, a vontade de viver... tudo aquilo que não se pode reduzir a um só afecto, por mais belo e sentido que seja.
Tudo tem o seu caminho...
Santa Páscoa
Um beijo
Daniel

Vitor Monteiro disse...

belo texto...sabes a introspecção é uma palavra muito rara na sociedade actual, aliás eu acho que é o maior responsavel por todas as crises...tu fazes e muito bem essa introspeção por isso pensa sempre nas coisas pelo seu lado positivo..."estás a aprender a ser feliz"

johnnieX disse...

Os silêncios são piores quando sós.
Quando acompanhados tornam-se gritos!

Pó das estrelas disse...

como eu te entendo. o pior que podes fazer é isolar-te, mesmo que não te apeteça estar com ninguém... ninguém preenche esse vazio... mas dizem-me que passará e é nisso que tento acreditar.

distraí-te e pode ser que um dia tenha passado.

bj

Mag disse...

Cheguei aqui por um acaso (feliz), e mergulhei de cabeça nas tuas palavras, em que o sentimento se adivinha em cada ponto, cada traço, cada letra.
Belo. Puro. Cheio.
Os meus parabéns, com o desejo de que o sentimento por detrás destas palavras esteja mais sereno e repousado.
Um beijo

Malu disse...

...como sei...de que escreves...

nossso gritos são mudos... mas como vês, não são únicos... se há quem compreenda o teu escrever, e o sinta como eu, e todos os outros, é proque realmente, o nosso "querer" não é assim tão "anormal"... quem sabe, um dia esta dor da ausência do amor que nem sai nem nós queremos que saia de nós, atenue... com a sua presença... e o som alto de esgtar a nosso lado...

oxalá

PS: adorei o texto ...(roubei-te um parágrafo...porque o senti "meu" sem tirar nem pôr)

bj

... disse...

Pregados no nas memorias dos dias que passaram, no mesmo sitio onde as noites foram tão únicas...ai ficamos pregados, já sem vida, sem o coração que se foi embora , já nem ele nos quer mais ver sofrer assim, então porque ficamos imóveis ????

Vitor Monteiro disse...

olá já há mtmtmt tempo que cá não vinha..adorei este texto!!! identifico-me muito com ele...partilho muita das vezes esse sentimento e tb não sei como o ultrapassar...resta-me sempre a consolação de fechar os olhos e tentar não pensar em nada...beijinhos

Gemini disse...

"Todo o lado tudo é, uma recordação de ti"

Excelente texto.

Um beijinho.