quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

3 de Janeiro de 2007




A noite caiu rapidamente hoje. Sem espaço para sentir a dor de olhar para trás e ainda vislumbrar um rasto do último raio de luz.

E eu estou aqui sentada a escrever para ti. Mais uma vez a querer dizer-te como é bom que todos os dias me cures a alma e me faças adormecer no calor dos sorrisos que são nossos.

Sabes, houve um tempo em que não tinha a certeza se iria conseguir chegar aqui. A este ponto exacto do caminho em que nos encontramos. Agora sei que só fui capaz porque tu partilhaste comigo momentos de uma magia que só mais tarde consegui compreender.

Queria poder voltar atrás para ter acreditado sempre. Para ter tido a certeza sem medo. Para te ter abraçado com muito mais força naquela tarde em que te magoei tanto porque a minha própria dor era insuportável.

Já não posso fazer isso. Mas posso escrever-te aqui. Todos os dias. Abraçar-te com a paz que encontro nestas palavras que te dedico. E ir dançando feliz ao ritmo da doce loucura que é a tua presença na minha vida...

Se pudesse pedir-te alguma coisa agora que são 22h47m do dia 3 de Janeiro de 2007 pediria que não esqueças o brilho intenso que só tu tens o poder de despertar no meu olhar. Aquele brilhar forte que destrói medos e deixa ficar apenas esta menina que acredita que tu e ela podem ser a história mais linda do mundo.


..................................................................................


Não esqueces?...


28 comentários:

borrowing me disse...

ainda bem que regressou
e sente-se o amor, dedicação em cada uma das suas palavras... está numa diferente sintonia, marcada, vincada em si
gosto de a ler
feliz 2007

Sandra disse...

Grande ausência, mas de regresso!!Ainda bem. Parabéns pelas suas palavras. Bom ano 2007.

Di disse...

Uma mensagem tocante. Certamente não será esquecida. Até porque há palavras que o tempo jamais apaga!

Bom 2007.

Eurico de Carvalho disse...

Apreciei a sobriedade do seu blogue e a inteligência da escrita...

*Sphynx* disse...

Por maior que seja o silêncio, a palavras, olhares e sentimentos que nunca se esquecem!!!

ta bonito... :)

beijinho ***

anacanela disse...

tenho um chapéu parecido!ou melhor um desejo..uma crença bem parecida..já o meu menino..:) mas faz bem ...o amor é um espelho...ama que ele reflecte!! * um abraço e optimas palvras ...de bons sentimentos* gostei*

dulce disse...

A história mais linda do mundo!
Beijos

Jesus da Terra disse...

Olá bom dia,
que o ano de 2007 te traga muitas histórias lindas. bj

marina disse...

lindo :)

Delson Melo disse...

Me faltam as palavras - disseste tudo o que me havia. Mas ainda me sobra dizer-te que são lindas as tuas palavras.

Um abraço!

nuno portmore disse...

Eu acredito que existem mundos que não se esquecem. Mundos que não esquecem. Mundos que se fazem um no outro, que se confundem nos segundos onde o silêncio expressa amor... e é o sentido. De tudo isto que vivemos.

Sería tão bonito se todos vivessem a história mais linda do mundo... Amar.

Beijos

João Garcia Barreto disse...

Entre nós, só mesmo as conversas que não tivémos...

Rafa disse...

Li aqui algures que o amor é um espelho. O pior é que até os espelhos se fragmentam, e aquilo que em tempos foi brilho, torna-se depois em breu, escuro como a noite limpa de estrelas... triste.

Mas enquanto não fragmenta, e espero que nunca aconteça, vive-se com a certeza de que é para sempre. Pelo menos até o sempre deixe de o ser!

APC disse...

Bolas, mulher!...
:-)

.
.
.

Eu sou daquelas que acha que vale sempre a pena acreditar que se consegue, quando se acredita realmente no que se quer. Porém, sabemos todos como a vida nos rasteira e nos põe a duvidar de todas as possibilidades e de nós. É quando estamos cansados, sedentos, frágeis de tanta espera.

Bom saber que esses dias valeram a pena, e se transformaram em dias maiores, em felicidade.

Bom mesmo.

Um abraço.

Daniel Aladiah disse...

Cartas de amor são das coisas mais belas que podemos legar ao futuro. Espero que possam juntos ler estas palavras e manter sempre o brilho no olhar!
Um beijo
Daniel

Gaspar Gomes disse...

São palavras destas que fazem com que a beleza exista...

SEMGAS.BLOGSPOT.COM

Gaivota disse...

Ter medo faz parte... E é bom, tão bom, sentir aquele friozinho na barriga... E depois é bom acreditar, confiar, e perceber que nao poderia ser de outra forma. Que fazemos parte da historia que alguem escreveu, uma historia de amor, cheia de fadas e pozinhos magicos... É bom acordar um dia e saber que somos felizes e que sempre fomos...

E melhor que isso é saber escreve-lo tao bem, como tu o fazes

Beijo*

Anónimo disse...

RP será a origem do brilho no teu olhar?

Walter disse...

sublime

Bela disse...

Lindo...como eu te compreendo!

Beijo

Cat disse...

tens o blog mais bonito de sempre.

Corneto de Chocolate disse...

Esquecer? Impossível!

Derreto-me por ti!

M A R I A N E disse...

belas palavras...vcs portugueses possuem um amor intenso nas palavras...adoro!!!!!!!! Parabéns pelo blog!

MalucaResponsavel disse...

Com um pedido feito de forma tao veemente e sentida, acredito que nao esqueça... bj

SEAMOON disse...

óla
dei com este teu "cantinho"através do blog da rosa sorrisos aos molhos.
Fiquei por aqui e perdi me por aqui encantada a ler.
Parabens!

vou voltar.
bjs.

anrasaxa disse...

LINDISSIMO.. adorei a imagem que escolheste para este post..

delusions disse...

Fantástico... Li e reli.

"Aquele brilhar forte que destrói medos e deixa ficar apenas esta menina que acredita que tu e ela podem ser a história mais linda do mundo."

Parabéns por mais um post lindo.

Bjs*

Cleopatra disse...

Queria poder voltar atrás para ter acreditado sempre. Para ter tido a certeza sem medo. Para te ter abraçado com muito mais força naquela tarde em que te magoei tanto porque a minha própria dor era insuportável.


Existem dores assim