segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Going through the motions...





Há dias em que a falta que sinto de ti só é mensurável no silêncio oco de uma gaveta que se fecha.

Lá dentro só as palavras.


Aquelas.

As que ficaram por dizer.



8 comentários:

Uma leitora de sempre disse...

Serão talvez sempre essas as palavras mais importantes de todas. As que não se dizem.

Perco-me aqui nas tuas conversas.
Jinhos.

Olhar disse...

É.

Há dias assim... :).

Sara S. disse...

Mas não será possível preencher esse espaço do que ficou por dizer? Não haverá mais uma oportunidade? Se houvesse, muito poderia mudar. Não existiria esse incompleto. Espero que seja possível isso acontecer. Beijinho

Marta Luis disse...

ás vezes é apenas um tempo, esse silencio que nos corta toda e qualquer esperança... mas o tempo doi sim, demasiado, para que o tempo possa amenizar

anareis disse...

Estou fazendo uma Campanha de Natal para crianças necessitadas da minha comunidade carente,são crianças que não tem nada no Natal,as doações serão destinadas a compra de cestas básicas-roupas-calçados e brinquedos. Se cada um de nós doar-mos um pouquinho DEUS multiplicará em muitas crianças felizes. Se voce quiser ajudar é fácil,basta depositar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Voce verá como doar faz bem a Alma,obrigado. meu email asilvareis10@gmail.com

Daniel Aladiah disse...

Querida Cláudia
Não tenhas pena das palavras que não disseste, mas sim daquelas que não serão ditas...
Um beijo
Daniel

Pedro Branco disse...

Os silêncios não são ocos...

Belinea disse...

Os silêncios, por vezes, dizem mais do que as próprias palavras.

;)