quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Coisas que Sei





Como o frio que se vai infiltrando em tudo, mais visível na névoa dos pensamentos do que sentido nos corpos.

Como a confusão que faz ser-se muito feliz, por não se saber ser mais nada a seguir.

Os sorrisos. Ah, os sorrisos... essa espécie desvalorizada de tesouros que apenas num segundo faz com que tudo volte a valer a pena.

Como as tempestades, e o vento, e a chuva, e as trovoadas que não queremos ouvir porque de repente parecem muitas portas a fechar-se ao mesmo tempo. E temos medo. Talvez faça lembrar o som da solidão. Mesmo daquela que achamos que sabe bem, que é estranha amiga.

Que não quero cair. Mesmo quando não consigo salvar-me dos meus demónios. Não posso cair. São algumas as vezes em que não sei salvar-me.

Sei também que ontem a noite, apesar de gelada, estava incrivelmente bela. Uma lua gigante a certificar-se de que afinal ainda há destinos. Cúmplice cintilante de todas as nossas histórias.

Como hoje estou tão feliz que parece quase tristeza. Como tudo o que é realmente intenso.

E o frio. Lá fora. À minha espera.
E tu... Irei sempre ao teu encontro.

São só coisas minhas. Que aqui converso contigo. Só coisas que sei.



14 comentários:

APC disse...

Coisas que sabes... Como as coisas que valem a pena sabermos. "Como hoje estou tão feliz que parece quase tristeza"... Coisas assim!...
Muito especiais.
.
.
.
Obrigada, também, pela tua simpatia! :-)

APC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
APC disse...

PS - Quase esquecia de dizer que adorei a imagem... Tom, reflexo e bruma...!

mac disse...

finalmente.
cá está outro despontar.
que tolice, não é despontar que se diz: é só revelar.

CC disse...

Escreves a Alma.

Tens essa sorte de saber partilhar as "coisas que sabes".

Continua.

nuvem disse...

Intenso este texto. Muito bonito, como já é teu hábito.

Gostei particularmente da ténue linha que traçaste entre a felicidade e a tristeza, de uma grande sensibilidade.

Beijos

Tatiana disse...

"Os sorrisos. Ah, os sorrisos... essa espécie desvalorizada de tesouros que apenas num segundo faz com que tudo volte a valer a pena."

Amei tudo que vi e li!

Desejo uma semana maravilhosa ao seu coração!

Beijo

borrowingme disse...

só eu sei o que lhe digo
o que lhe escrevo
o quando o desejo

só eu
não ele

Hoje sem amanhã disse...

Olá

estava linda sim...a lua...e só a viu assim quem tem no olhar a capacidade de ver além...ver o que outros não conseguem ver...mesmo tão perto...

Beijito

Corneto de Chocolate disse...

Apenas porque referes a Lua a certificar-se de que há destinos... perdoo-te tudo e...

derreto-me contigo. ;)

Daniel Aladiah disse...

Querida Cláudia
Um sorriso que move montanhas, também move corações.
Um beijo
Daniel

ci disse...

Gostei...voltarei..

Beijo da ci

TRISTAN SANDOVAL disse...

Gostei do que li por aqui.

Também voltarei.

Anónimo disse...

testa de ferro