terça-feira, 14 de fevereiro de 2006

Há já muito tempo...


...que a noite caíu. Mas hoje senti-a chegar, devagarinho, infiltrando-se em todos os espaços que vão de mim às coisas.

Há já muito tempo que tenho medo de abrir os olhos para não ter que ver o eco surdo das minhas palavras esbarrar nestas paredes frias. Um ecoar embriagado de saudade que embate, desajeitado, nas paredes que só são frias porque foste embora. Porque não estás aqui. Porque reflectem na escuridão a tua ausência.

Há já muito tempo que deixou de fazer sentido. Que as músicas se misturam e me chegam numa sonoridade estranha e que não sei reconhecer. Nada acontece. Porque as coisas não acontecem quando não as sentimos. De repente todas as paisagens se transformam e, esteja onde estiver, eu encontro-me sempre perdida.

Há já muito tempo que a noite caíu. Está mesmo aqui. Faz-se sentir. E hoje, mais do que nunca, bela e serena, estende-se até perder de vista...

23 comentários:

Codemu disse...

Infelizmente é sempre assim. Quando cai, é para ficar. Mas os primeiros raios de luz, apenas dependem de nós. Obriagado pela tua visita ao meu canto e pelo teu comentário. Codemu

Skeptikal disse...

Saudade... sinto muita nas tuas palavras. Desejo de ter o que outrora já foi teu.
O que já foi teu no passado, apenas pode voltar a ser teu no futuro. Debruça-te sobre o futuro, solta as amarras, levanta a âncora, e vive o tens ainda para viver. Deixa para recordação, o que já viveste.

Boa noite.

pp disse...

Simplesmente sem palavras....como é que é possivel????Muitas coisas me passam pela cabeça neste momento...estou sem palavras...
beijo

Neith disse...

Aiiiii Cláudia as tuas palavras são um eco da alma mesmo...tão profundas e sentidas num canto que não se cala porque ecoa bem no fundo de nós. Um beijo enorme e um xi bem apertadinho :)

AS disse...

Cláudia, sei bem o que sentes...

Eras a rocha, a asa
Onde o coração
Fazia o seu ninho
E voava...
Tentando alcançar o infinito.

Como pôde o tempo
Roubar essa luz
Que era só nossa!...

Beijosss

Miguel disse...

Quantas vezes a noite escura me fez companhia?...muitas.
Mas descobri que na noite existe tanta ou mais luz que no dia...Tens as estrelas, a Lua...e quando nenhuma destas está visivel, tens-te a ti.

Beijokas

corneto de chocolate disse...

Para que precisa o Sol de luz?

Vem realçar as sardas do meu corpo, vem lindona. ;)

AQUENATÓN disse...

Obrigado pela visita...
Bji

A.A

Sozinho... disse...

A noite veio e tornou escuro o que antes era brilhante... Essa é a realidade com que te deparas agora, mas espera, abre os olhos... Estás a ver? Estás a ver aquele pontinho de luz lá á frente?! Esse pontinho é a tua vida a querer voltar para ti! Pode não ser a vida como era antes, mas é uma vida nova, feita de mais experiências (boas e más, claro) que te vão guiar de novo até ao brilho que te faz sorrir! Estou certo que existe um sorriso lindo por detrás de tão melancólica e taciturna expressão...

Sorri!
Beijinho

vero disse...

Olá Cláudia, há qt tempo não tenho tido notícias tuas... eu tb estou em falta...admito....beijinhos***

Me disse...

Todos os dias espreito as conversas. À procura de um novo texto. Sabes, gosto de te ler, porque gosto e gosto de te ler, porque sinto. Adorava encontrar um final feliz por aqui um dia destes... :) Beijo Star

RAM disse...

um dia soprarás a poeira dos escritos
e indagarás os alfabetos sobre todos os mistérios,
os mecanismos da luz o abandono o silêncio
o fascínio dos cigarros acessos de ninguém

e recitarás a contínua passagem dos dias
como uma oração antiga que te auxilie no regresso


Isabel Coelho dos Santos

Claudia_peixinha disse...

Um dia gostava de desvendar um mistério :

Porque será que as pessoas "sofridas de amor" são as que mais inspiração demonstram ?Será a dor e o sofrimento "a fonte"?

Bom fim-de-semana:)jokas

da. disse...

..e a noite..a noite é tudo o que tenho...

Pólux disse...

Como é secreta e misteriosa a álgebra das paredes da noite! Como labiríntica e escorregadia é a sua superfície! Oblíqua, mesmo! Insanas equações as regem, mas tu saberás resolvê-las, derrubá-las, vencê-las… e um sol nocturno e brilhante renascerá nesse mesmo instante.

Noite tranquila e bom fim-de-semana, amiga Cláudia.

Bjo.

Su disse...

a noite....
jocas maradas

reverse disse...

Um dia ... vais ver q essa noite vai dar lugar à madrugada. E nesse momento renasces!
Beijos grandes para ti.

Cláudia Faro Santos disse...

sinto as tuas palavras...Nessa mesma noite que cresce, amiga de tantas paisagens passadas, retrato de murmúrios que prevalecem no tempo...

Bonito cantinho
*

Cláudia Faro Santos

José disse...

Tens de tentar coadunar a música com a noite...
Belo texto, sentido, como sempre.
Bjs.

NightWolf disse...

A noite é tão bela como o dia, nunca desistas de ser feliz, gosto de te ler, beijinhos*

Rosa disse...

Porque as coisas não acontecem quando não as sentimos
Não podia estar mais de acordo! Beijinhos :)*

luiz (leãocomtosse) disse...

Consegues irritar-me , mas confesso , quando em vez leio-te.

Somos todos iguais nesta noite
na frieza de um riso pintado
na certeza de um sonho acabado
é o circo de novo.....

Nós vivemos debaixo do pano
entre espadas e rodas de fogo
entre luzes e a dança das cores
onde estão os actores????

SOMOS IGUAIS NESTA NOITE
PELO ENSAIO DIÁRIO DE UM DRAMA
PELO MEDO DA CHUVA E DA LAMA
É O CIRCO DE NOVO...........

( mas me irritas )

comenta!!!!!!

Calvin from hell disse...

Gostei... obrigado