domingo, 10 de outubro de 2010

She's a Loser in Love




Ela já devia ter aprendido a não jogar o mesmo jogo mais do que uma vez. Pelo menos não da mesma maneira. Porque jogá-lo talvez seja uma inevitabilidade.

Devia ter aprendido a reconhecer o perigo e a evitá-lo. Não se colocar em xeque, até porque já perdeu demasiadas vezes.

Devia saber virar as costas à tentação. Apagar a luz e deixar fechados no escuro o desejo e a vontade.
Não dar o passo que a faz cair e cair sem rede de protecção no mesmo abismo de ainda ontem...

E o amor? O amor?...
Não devia ter nada a ver com isso.
Devia ser só um pormenor.
E não devia fazer a mínima diferença.

 

7 comentários:

Barros disse...

Talvez estejas a jogar ao perde ganha...:P

Carlos disse...

O AMOR não devia ter nada a ver com isso.
Devia ser só um pormenor.
Não devia fazer a mínima diferença...

MAS APOSTO QUE FAZ, NÃO FAZ??

Anónimo disse...

Os textos continuam muito bem construídos e cheios de "sumo"

"You my win or lose"

Há jogos que devem ser jogados apenas pela sua beleza e pelo seu prazer (não sei se este é o caso).
Joga e arrisca! Bjinho

Brain disse...

Pois...
Mas faz!
Mas faz e muito!

Tanto como faz diferença
a forma como (cada vez melhor) escreves,
Sendo impossível ficar indiferente às tuas palavras.

Parabéns!

Um Beijo Meu.

Destiny disse...

Nunca cá tinha passado mas adorei a forma com escreve...vou ficar fã!

Leogirl disse...

Lês-me sempre o coração e o pensamento com uma exactidão que até assusta... Logo hoje que n evitei o perigo, n deixei ficar fechados no escuro, o desejo e a vontade... e joguei, mais uma vez, um jogo que já perdi vezes sem conta... E no fim, como sempre, foi o amor que fez toda a diferença... ;( um beijo grande

Nilson Barcelli disse...

Há coisas que levam muito tempo a aprender... mas, será que vale a pena aprender alguma coisa sobre o amor?
Um beijo.