terça-feira, 7 de setembro de 2010

... and then the rain started to fall ...




Sempre gostei dos dias de chuva que aparecem inesperadamente no meio do Verão.
Aquela sensação de frio que nos confirma que havemos sempre de precisar do conforto de um abraço. 
Até porque os "Verões" acabam sempre.
Gosto do cheiro da terra molhada, da forma como a água se torna parte integrante da realidade à nossa volta, e nos obriga a olhar de maneira diferente para as coisas de todos os dias.
Gosto do som do eco da água que me chega. Identifico-me com ela, porque a imagino perdida, desencontrada de si, sem perceber o que lhe compete mais fazer aqui para além de se abandonar a esta queda inevitável e contínua...
Também eu me sinto perdida em dias assim.
À espera de compreender melhor porque é que também eu me abandono à queda.

Sempre gostei dos dias de chuva que aparecem inesperadamente no meio do Verão.
Sempre achei que a voz do Mr. Morrison condiz na perfeição com este cinzento do céu que vejo da minha janela.
E fico a ver-me cair, enquanto o ouço dizê-lo em forma de canção...


 
 
 

6 comentários:

Carlos disse...

Are YOU lost, little girl?

I hope not. But I wouldn't mind finding YOU. :)

lost disse...

Tudo perfeito. Todo este ciclo da natureza é sempre mais brilhante como nos confundimos com ele e até fazemos parte dele nem que seja só em sonhos desejados que não conseguimos deixar de viver.
Parabéns pelo excelente Titulo com um texto fantástico e uma musica final de arrepiar ; )

Girl in Motion disse...

por acaso o dia de chuva de hoje soube-me estranhamente bem. mas agora venha o calor por mais uns dias para eu aproveitar os últimos dias de verão e descanso :D

nuvem disse...

Também gosto dos dias de chuva. E das gotas frescas nas tuas palavras.

Beijos

Flávia disse...

Os dias de chuva parecem limpar todas as impurezas da nossa vida, não? São revigorantes.

Beijos

Daniel Aladiah disse...

Querida Cláudia
Calor, chuva, frio, neve, tudo tem o seu encanto quando o nosso coração sorri.
Um beijo
Daniel